escola bridge

Porque o bridge é uma paixão

CONVENÇÕES

A lista de convenções aqui apresentada é apenas a ponta do iceberg. São milhares as convenções criadas ao longo da história da modalidade e muitas mais as versões diferentes de cada uma. Escolhemos as que entendemos ser mais comuns na bagagem da maioria das parcerias. 

Estamos à vossa disposição para acolher outras sugestões.

SPLINTER

A voz mostra apoio no naipe do parceiro, singleton (raramente chicane) no naipe anunciado e força de partida. Tudo numa única voz!

Dado o espaço que consome a força tem de ser naturalmente limitada, o que não impede que existam muitas variantes.

ver convenção

Checkback Stayman

Trata-se de uma variante do Stayman após rebide do abridor em 1ST e 2ST. Permite descobrir fits 5-3 e 4-4 em naipes ricos, distinguir a estrutura balançada da não balançada do abridor e fazer uma clara distinção entre sequências forçantes e não forçantes. Na opção two-way permite ainda separar as mãos de convite do FG

ver convenção

Menores invertidos

A ideia é reproduzir os escalões de apoio a aberturas em naipe rico sem ultrapassar o contrato de 3ST. Para tal inverte-se o significado dos apoios simples e dos apoios em salto e cria-se uma ferramenta adicional para as mãos intermédias com apoio. Como em qualquer outra ferramenta de leilão é importante cumprir os requisitos de utilização.

ver convenção

OS APOIOS BERGEN

Vamos fazer uma pequena viagem aos populares apoios Bergen, uma convenção que se apoia na Lei das Vazas Totais. Apresentaremos também uma versão modificada que aparece no nosso 2/1 e que, acreditamos, ser mais eficaz e com um maior leque de opções, mas com o mesmo suporte teórico

ver convenção

1ST FORCING

 A convenção faz parte da grande maioria das versões do 2/1, se bem que muitas parcerias estejam a abandonar a convenção ou, no mínimo, a introduzir-lhe algumas alterações, nomedamente o conceito de semi-forcing. Para já vamos ficar-nos pelos desenvolvimentos tradicionais.

ver convenção

2 FRACO; 2 MULTI; BICOLORES

Aqui vamos abordar diferentes aberturas ao nível 2 fracas (excepção para as opções fortes do multicolor) e respectivos desenvolvimentos. Algumas das convenções são incompatíveis para serem utilizadas no mesmo sistema, mas existem algumas combinações possíveis que aqui abordaremos.

ver convenção

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *