escola bridge

Porque o bridge é uma paixão

OS SISTEMAS ONLINE

MANUAL INICIAÇÃO ONLINE

Manual adaptado do sistema pedagógico francês, reconhecido pela FPB como o método pedagógico de ensino para a Iniciação.

aceder ao manual

NIGHTMARE SYSTEM

Sistema de marcação criado pelos italianos Andrea Buratti e Maximo Lanzarotti, baseado na abertura de 1 com múltiplas opções, incluindo as mãos forçantes de partida. As aberturas de 1 e 1 obrigam a um conjunto de relais que requerem algum trabalho de memorização mas que são muito eficazes no tratamento de mãos especiais.

aceder ao sistema

2 OVER 1 – VERSÃO 1

A primeira versão publicada resultou do trabalho realizado pelo Juliano Barbosa no âmbito do projecto que dirigiu para o bridge feminino e do trabalho do par Bé Oliveira – Xana Rosado. Foram ainda adoptadas algumas ideias dos trabalhos de Max Hardy e de Mike Lawrence nas obras que publicaram sobre o sistema.

aceder ao sistema

2 OVER 1 – VERSÃO 2

A nova versão resulta do trabalho realizado pelo António Palma, novo responsável do projecto para o bridge feminino e do trabalho das parcerias Bé Oliveira – Ana Magalhães Pereira e Inocêncio Araújo – Luís Oliveira, com muitas alterações ao sistema base relativamente à primeira versão e com uma abordagem mais exaustiva do leilão competitivo.

aceder ao sistema

MANUAIS E ARTIGOS TÉCNICOS

Ficheiros em pdf para consulta ou impressão e que servem de suporte teórico às diferentes fases do programa de  formação da Escola de Bridge

MINIBRIDGE

O manual do professor para o bridge simplificado para os mais jovens. Sendo apenas um guia orientador não substitui uma formação pedagógica específica.

ver manual

 

INICIAÇÃO

NÍVEL 1

O sucesso da formação passa muito por esta fase, que recusa facilitismos. A exigência pedagógica é fundamental para o sucesso

ver manual

 

INICIAÇÃO

NÍVEL 2

Dedicado ao leilão até à 2ª voz do respondente, com introdução ao leilão competitivo e algumas convenções mais comuns. 

ver manual

APERFEIÇOAMENTO

NÍVEL 1

Aqui começa a integração dos novos praticantes na competição. Ainda é cedo para uma total autonomia, mas vamos a caminho

ver manual

CAIXAS AVALIAÇÃO

Independente do sistema de marcação as zonas de força do abridor e do respondente são universais. Neste trabalho pode ser como se determina a força combinada do campo.

ver ficheiro

 

BRIDGE EM CONVERSA

Saído de uma formação em parceria da Escola com o Clube Bridge dos Engenheiros em que se pretende levar a discussão técnica para além das fronteiras dos sistemas de marcação

ver manual

 

LOSING TRICK COUNT

Uma ferramenta complementar de avaliação especialmente útil em mãos não balançadas. Aqui fazemos a apresentação teórica do LTC que não esgota o assunto e a que voltaremos mais tarde

ver ficheiro

TRIAL BID

A partir de um trabalho de Ron Klinger, uma ferramenta importante para avaliar o poder de encaixe das mãos que conta ainda com uma visão diferente do Manuel Oliveira que agradecemos

ver artigo

CARTEIO E DEFESA – TÉCNICAS ELEMENTARES

COUNTING - NÍVEL 1

Azar é causa frequentemente apontada para o insucesso no jogo da carta. A distribuição não esperada, as cartas chave que aparecem sempre onde menos se espera. Mas a realidade é bem diferente. A causa mais frequente a que chamamos azar é mesmo o jogar mal. Vamos apresentar-vos algumas armas eficazes no combate ao azar.

ver artigo

AVOIDANCE PLAY E OUTROS

Prevenir é sempre melhor que remediar. A técnica de prevenção tem várias facetas, mas todas elas têm características comuns. Este artigo inclui ainda outras técnicas de carteio e flanco, de simples solução. Em próximos artigos abordaremos casos mais complicados, nomeadamente no que concerne aos finais de jogo.

ver artigo

INTRODUÇÃO AO SQUEEZE

Vamos publicar uma série de artigos sobre esta técnica, do squeeze simples (mais comum) a alguns mais elaborados e espectaculares. Os artigos são extraídos da obra de Bertrand Romanet, “Le squeeze au bridge” publicado nos anos 50, mas ainda assim a obra mais completa sobre o tema

ver artigo 

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *